Docentes e acadêmicos de Medicina publicam artigo em Revista de Saúde

Publicado em: 19-10-2020


Os docentes da Faculdade de Medicina (Famerv) da Universidade de Rio Verde – UniRV, Me. Marcelo Gomes Judice e
Me. Renato Canevari Dutra da Silva, juntamente com as acadêmicas Taynara Souza Silva e Kelyane Karyne da Silva Neto publicaram o artigo “Avaliação da Capacidade Física Por Meio do Teste de Caminhada de Seis Minutos em Portadores de DPOC antes e após Intervenção Fisioterapêutica”, na Revista Inspirar Saúde e Movimento.

Confira o artigo completo no Link:

RESUMO
A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é caracterizada pela obstrução ou limitação crônica de fluxo aéreo, e a reabilitação pulmonar (RP) corresponde a uma terapia que procura devolver a esses pacientes maior capacidade funcional, sendo a intervenção fisioterapêutica um componente essencial da RP. O teste de caminhada de seis minutos (TC6’) é utilizado como uma forma prática para avaliar a capacidade física de portadores de DPOC após programa de treinamento.

Este estudo teve como objetivo evidenciar possíveis alterações na capacidade física do indivíduo com DPOC após a intervenção fisioterapêutica por meio do TC6′. A amostra foi constituída de 37 pacientes com DPOC com idade média de 64,29 anos (+ 10,29), avaliados pelo TC6’ e pelo teste incremental sub-máximo em cicloergômetro. Participaram de um programa de intervenção fisioterapêutica de 8 semanas, 2 vezes semanais com duração de 50 minutos e posteriormente reavaliados.

As médias das distâncias percorridas no TC6’ antes e após o treinamento foram respectivamente de 152,86 m e 250,0 m, não havendo diferença estatística (p=0,138). No entanto, houve um aumento médio de 97,14 metros da distância percorrida após intervenção. Foi notada uma significativa redução da FC (p=0,03) no teste incremental em cicloergômetro após intervenção. Constatou-se melhora na capacidade física desses pacientes após a intervenção terapêutica.