Acadêmica de Medicina apresenta trabalho em Portugal

Publicado em: 12-11-2019


Orientadas pelo professor Me. Adelmo Martins Rodrigues, as acadêmicas Thaís Grossi Soares, Fernanda Pereira Pippi e Karine Alves de Oliveira da Faculdade de Medicina (câmpus Goianésia) da Universidade de Rio Verde – UniRV fizeram uma revisão sobre os métodos de triagem mais utilizados no mundo para Hiperplasia Adrenal Congênita. O trabalho foi apresentado, em forma de pôster, durante o evento “23ªs Jornadas de Endocrinologia e Diabetes”, realizado em Portugal, pela discente Thais que faz intercâmbio no país. As jornadas aconteceram de 7 a 9 de novembro, no hotel Vila Galé, na cidade de Coimbra.

Com o título “Métodos de Triagem e Diagnóstico Mais Utilizados Para a Hiperplasia Adrenal Congênita”, o artigo relatou que o Brasil está entre os países com maior efetividade neste assunto e basicamente comprova que o teste do “pezinho” é o mais indicado mundialmente nos dias de hoje, mostrando ainda que países de primeiro mundo, como Reino Unido e Alemanha não utilizam o método e apresentam aumento dos casos de crises adrenais e taxas de mortalidade.

Segundo o professor orientador, a publicação de bons trabalhos contribui para o currículo do estudante e mostra que a Universidade está alicerçada nos três pilares da educação de qualidade: ensino, pesquisa e extensão. “Nossos acadêmicos estão sendo formados com alto grau de qualidade, podendo nos representar na Europa sem grande esforço, levando o nome da UniRV para fora e tornando referência em nosso país. Nossa primeira turma em Goianésia já está colhendo bons frutos”, afirmou Adelmo.
 
 
Foto: Faculdade de Medicina (câmpus Goianésia)