UniRV é parceira na realização do CONPEDI em Goiânia

Publicado em: 27-06-2019


Foi realizado nos dias, 19, 20 e 21 de junho, na cidade de Goiânia, o XXVIII Encontro do Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito - CONPEDI. O evento, organizado pela Universidade Federal de Goiás – UFG, contou com a parceria da Universidade de Rio Verde – UniRV, por meio da Coordenação do APCN em Direito do Agronegócio e Desenvolvimento, e intermediação da Procuradoria Geral na celebração do convênio com o Conselho para a realização desse encontro, o qual foi o primeiro a ocorrer no centro-oeste brasileiro, visando a interlocução científica em Direito no estado de Goiás.
 
A UniRV foi destaque no encontro, sendo, inclusive, a única parceira, dentre as presentes, a ter a palavra durante a abertura. O Vice-Reitor, professor Me. Leonardo Veloso do Prado, representando o Reitor Dr. Sebastião Lázaro Pereira, Professor Tatão, enalteceu a honra da participação da Universidade como parceira nesse evento e enfatizou seu grande crescimento nos últimos anos como uma das protagonistas no estado de Goiás, com câmpus de atuação em Rio Verde, Aparecida de Goiânia, Caiapônia, Goianésia e Formosa. Ele ressaltou ainda a criação de novas Pró-Reitorias, privilegiando a Pesquisa e a Extensão Universitária, com a criação das Bolsas de Iniciação Científica, Pesquisador e de Participação e Publicação em Evento, além da Bolsa para Projetos de Extensão.
 
Com o tema “Constitucionalismo crítico, políticas públicas e desenvolvimento inclusivo, o encontro teve como objetivo intensificar o debate e a pesquisa jurídico-constitucional, com vistas à efetividade constitucional das políticas públicas. Trata-se do maior encontro de pesquisa na área do Direito no Brasil e reuniu mais de 1.500 pesquisadores de todos os estados brasileiros, além de professores, acadêmicos e servidores da UniRV, que compuseram grupos de trabalho e apresentaram artigos científicos em formato de banner e painel. Neste ano, o evento contou com o maior número de participantes do curso de Direito da UniRV, num total de 66 pessoas.
 
Informações dos Trabalhos apresentados pela UniRV:

-Coordenação de Grupos de Trabalhos (06 professores)
-Coordenação de Painel (01 professor)
-Avaliação de Artigos (06 professores)
-Avaliação de Resumos Expandidos (12 professores)
-Avaliação Presencial de Banners (04 professores)
-Apresentação de Artigos (10 professores e 05 alunos)
-Banners (09 professores e 13 alunos)
 
ARTIGOS:
 
-O USO NANOTECNOLOGICO NA ECONOMIA E OS RISCOS NO AMBIENTE LABORATIVO (Claudino Gomes e Ricardo Luiz Nicoli);
 
-CÓDIGO FLORESTAL: A EXPANSÃO SUCROALCOOLEIRA NO ESTADO DE GOIÁS E OS REFLEXOS NAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE (Estefânia Naiara da Silva Lino e Rildo Mourão Ferreira);
 
-A TEORIA DOS JOGOS APLICADA AO PROCESSO PENAL: A COLABORAÇÃO PREMIADA COMO MECANISMO DE BARGANHA (Fernanda Peres Soratto e Rodrigo Curcino Catarino);
 
-A ILEGALIDADE DA COBRANÇA DE ICMS NA TRANSFERÊNCIA DE PRODUTOS ENTRE ESTABELECIMENTOS DE TITULARIDADE DO MESMO PRODUTOR RURAL (João Porto Silvério Junior e Silvana Potrich Cescon);
 
-O CERRADO E A CAATINGA COMO PATRIMÔNIO NACIONAL BRASILEIRO: PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL N. 504, DE (Rildo Mourao Ferreira e Linia Dayana Lopes Machado);
 
-O ATIVISMO JUDICIAL E A (DES) NATURALIZAÇÃO DA SEPARAÇÃO DE PODERES (Patrícia Spagnolo Parise Costa e José Rodrigo Rodriguez);
 
-A PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE URBANO E SEUS DESAFIOS NA PÓS MODERNIDADE (Rejaine Silva Guimaraes e Dimas Pereira Duarte Junior);
 
-INJUSTIÇA OU INFORTÚNIO: UM ESTUDO SOBRE OS DESASTRES DE MARIANA E BRUMADINHO (Viviane Aprígio Prado e Silva e Lara Regina Morais Evangelista);
 
-LEI INJUSTA: DO ANTEPROJETO DE LEI ANTICRIME À AUTONOMIA DO DIREITO (Maria Izabel Dos Reis Rezende e Viviane Aprígio Prado e Silva).
 
BANNERS:
 
-A MUNICIPALIZAÇÃO COMO SOLUÇÃO PARA A QUESTÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL (Arício Vieira Da Silva e Lucas Bezerra da Silva);
 
-A INSUFICIÊNCIA NORMATIVA DA DELAÇÃO PREMIADA E O DESRESPEITO ÀS REGRAS DO JOGO (Arício Vieira Da Silva e Jefferson Silva Borges);
 
-MIGRANTES OU REFUGIADOS AMBIENTAIS? A INSEGURANÇA JURÍDICA DOS HAITIANOS NO BRASIL (Carolina Merida e Ana Carla Gomes Piris Ribeiro);
 
-EMPRESAS TRANSNACIONAIS E DIREITOS HUMANOS: A URGÊNCIA DA ADOÇÃO DE UM INSTRUMENTO JURÍDICO INTERNACIONAL VINCULANTE (Gabrielly Mayumi Takahashi Pinto; Vaniely Rodrigues de Sousa e Carolina Merida);
 
-DESAFIOS PARA EFETIVAÇÃO DA ARBITRAGEM NO COOPERATIVISMO (Maiâne Reis Alves e Estefânia Naiara Da Silva Lino);
 
-A RESPONSABILIDADE CIVIL DO MÉDICO CIRURGIÃO PLÁSTICO. (Mariana Lucas Chagas; Fernanda Peres Soratto e Rildo Mourao Ferreira);
 
-DIREITO DOS DESASTRES: SISTEMATIZAÇÃO E DIRETRIZES PARA A GESTÃO DO RISCO (Alisson Sousa Alves; Rildo Mourao Ferreira e Fernanda Peres Soratto);
 
-A EXPANSÃO DO PODER JUDICIÁRIO E O PERFIL IDEAL DA SUPREMA CORTE BRASILEIRA NA DEMOCRACIA (Marília de Abreu Oliveira e João Porto Silvério Júnior);
 
-DA (IN) APLICAÇÃO DA TEORIA DA ACTIO LIBERA IN CAUSA NOS CRIMES DECORRENTES DO USO DE DROGAS (Bruna Borges Guimarães e Linia Dayana Lopes Machado);
 
-AS METAS DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA COMO INSTRUMENTO EFETIVO DA RAZOÁVEL DURAÇÃO DO PROCESSO (Muriel Amaral Jacob e Kamylla Almeida Rosa Morais);
 
-O PACOTE ANTICRIME E O ESTADO PÓS-DEMOCRÁTICO DE DIREITO: REFLEXÕES À LUZ DO POPULISMO PENAL (Thiago Aparecido Pires; Andrezza Ferreira De Moraes e Patrícia Spagnolo Parise Costa);
 
-DEBATE CONTEMPORÂNEO SOBRE O PAPEL DA CORTE CONSTITUCIONAL BRASILEIRA (Thalita Gabriella Oliveira do Carmo e Patrícia Spagnolo Parise Costa);
 
-A (IN) EFETIVIDADE DA PROTEÇÃO JURÍDICA AO MOVIMENTO LGBT+ NO BRASIL: PARIDADE DE PARTICIPAÇÃO E RECONHECIMENTO (Nathalia Pacheco Mateus e Patrícia Spagnolo Parise Costa).
 
 
Fotos: Faculdade de Direito